Plano de Negócios – Monte seu estúdio de Pilates – PARTE II

Após o post anterior, você fez todas as avaliações necessárias e teve a certeza de que está pronto para abrir seu estúdio. Hoje nós vamos abordar as questões burocráticas que envolvem este processo.

É importante tomar cuidado com as questões jurídicas implicam ao abrir um negócio. Elaborar um contrato de prestação de serviços que o estúdio terá com o cliente é um bom começo – questões como política de reposição de aulas, forma de devolução de valores, atestado médico, etc… São pontos indispensáveis para manter uma relação clara com o cliente.

REGISTRO DE ESTÚDIO

Primeiro, com a ajuda de um contador, defina qual o melhor tipo de registro para seu caso: Pessoa Física (CPF) ou Jurídica (CNPJ).

- Pessoa Física / Autônomo: Se o estúdio for atendido e administrado apenas pelo proprietário, sem mais funcionários ou prestadores de serviço, pode ser feito o Registro de Pessoa Física, chamado Registro de Autônomo.

- Pessoa Jurídica / Empresa: Quando o estúdio de Pilates contempla, além do proprietário, mais funcionários como recepcionista, professores, etc. deve ser registrado como empresa na Junta Comercial da cidade onde está localizado. Mesmo que o estúdio não tenha funcionários, o proprietário pode registrá-lo como empresa e obter o registro de Pessoa Jurídica.

Documentos necessários para abrir uma micro empresa no Brasil:
- Cópia autenticada do RG e CPF do titular, no caso de Empresário Individual, ou do(s) sócio(s), em caso de Sociedade;
- Cópia do comprovante de endereço da empresa;
- Alvará de Localização;
- Alvará Sanitário;
- Habite-se;

Para registrar sua empresa, será preciso um nome e razão social:

- Nome Fantasia: é o nome pelo qual a empresa será conhecida no mercado. O nome fantasia serve também para identificar e distinguir seus produtos e serviços de outros já existentes no mercado.

- Razão Social: é o nome com o qual a empresa é registrada na Junta Comercial.

Para muitas outras informações, acesse o site negociopilates.com.br

Fonte: negociopilates.com.br

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

12 thoughts on “Plano de Negócios – Monte seu estúdio de Pilates – PARTE II”

  1. gostaria de um contrato de prestação de serviços para o pilates urgente!!!
    obrigada

  2. Boa Tarde Marina, o Revista Pilates infelizmente não poderá te ajudar, não temos esse contrato de prestação de serviços para Pilates.

  3. Parabéns pelas matérias, todas são excelentes!!! Essas, em específico, me ajudaram em algumas coisas! Vocês sabem me dizer se abrir como consultório e pessoa física eu também preciso desses documentos todos? Obrigada!

  4. Boa noite,

    Gostaria de saber se no meu caso, que tenho um estúdio pequeno e somente eu trabalho nele (atendente, professora, administradora) e estou registrada como pessoa jurídica em Lucro Presumido posso mudar para PF Autônoma ? caso for negativo, posso ao menos fechar a empresa e abrir uma “Nova” sendo autônoma ?
    Para o meu caso não vejo necessidade de ser PJ.

    Obrigada

  5. Gostaria de saber, no caso do pilates ser em codominio fecchado, quais as providencias devo tomar???

  6. Boa noite,
    Tenho um studio de pilates numa clínica de fisioterapia, que está toda legalizada, todos os documentos necessários ela possui.
    O studio foi aberto numa sala que antes era parte da casa da dona da clínica, ela se mudou e tudo será clínica, porém, a entrada é independente da clínica. Se for necessário, dá para usar a mesma entrada se eu fizer uma nova porta no studio, porque é grudado a clínica.
    Tenho que realizar algum procedimento para legalizar o studio?
    Grata!

  7. Olá, Kelly! Pedimos desculpas pela demora na resposta. Neste caso, sugerimos que você procure órgãos de apoio às pequenas empresas, como o SEBRAE. Eles podem lhe fornecer todas as orientações sobre a legalização do seu negócio.

    Abraços!

  8. Olá, Flávia! Sugerimos que consulte uma orientação jurídica especializada, ou busque auxílio em órgãos de apoio às pequenas empresas, como o SEBRAE. Eles podem te dar todos os detalhes legais sobre a abertura de um negócio em condomínio fechado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>