Pilates: Cuidados constantes para manter a coluna em ordem

Pilates: Coluna em ordem

Para se manter saudável e longe de problemas de postura, os médicos sempre fazem diversas recomendações. Entretanto, com a correria do dia-a-dia, muitas vezes ignoramos ou nem percebemos o mal que podemos estar fazendo para a nossa coluna. “A degeneração da coluna é resultado de vários fatores em conjunto, como genética, hábitos de vida, atividade física, obesidade, sobrecarga da coluna no passado, entre outros”, explica Eduardo Puppi Moro, neurocirurgião do Hospital Nossa Senhora das Graças.

Todos os nossos descuidos podem causar diversos problemas de coluna como escoliose (desvio da coluna vertebral, que pode ser cervical, torácica ou lombar), lordose (aumento da curvatura lombar) e a cifose, conhecida popularmente como corcunda, quando a pessoa joga os ombros para frente, e distúrbios de crescimento, no caso de crianças. Todos esses desvios, se acentuados, além do mau efeito estético, podem ocasionar dores e outras complicações se não forem tratadas.

De acordo com Renato Raad, ortopedista do Hospital Nossa Senhora das Graças, todos esses desvios podem ser resolvidos, desde que se realize alguma atividade para regular a postura. “Além da fisioterapia, técnicas como Pilates, que fortalece e alonga os músculos e RPG (Reeducação Postural Global) são muito eficientes nessa correção”, aponta.

Uma medida que ajuda deixar a coluna em ordem é a prática de exercícios físicos frequentemente, no mínimo, três vezes por semana e nunca esquecer de alongar-se antes e depois da atividade. “O alongamento prepara os músculos e relaxa o corpo. Exercícios sem alongamento podem causar lesões e deixar ligamentos e músculos sobrecarregados”, alerta o ortopedista.

Os piores inimigos da coluna:

Carregar peso é uma dos principais problemas que acabamos cometendo. Como passamos muito tempo fora de casa, precisamos levar cada vez mais coisas em bolsas e mochilas. A moda também contribui: as bolsas enormes – chamadas de maxi bolsas – acabam contribuindo para que mais peso seja carregado. “Um sobrepeso em somente um lado do corpo pode causa dor, principalmente se induzir a má postura”, esclarece o neurocirurgião.

O peso ideal que adultos e crianças podem carregar sem causar danos e lesões, é entre 10 e 15% do peso corporal. “Pessoas com um bom condicionamento físico podem suportar até 20% do peso corporal”, afirma o ortopedista Renato Raad. Porém, é importante ficar atento para a maneira correta de carregar bolsas e mochilas. “Deve-se revezar a bolsa nos ombros e carregar o mínimo de peso. No caso de mochilas, o ideal é carregar com as duas alças nas costas e uma cinta abdominal. Você distribui o peso e não sobrecarrega tanto as costas”, observa o ortopedista.

Os saltos altos, preferidos das mulheres, também causam uma maior sobrecarga para a coluna. “Não há maiores restrições no uso esporádico, contanto que se use o bom senso e vigie qualquer sinal de dor durante o uso. Entretanto, a melhor opção é dar preferência para os saltos baixos”, ressalta o neurocirurgião Eduardo Puppi Moro.

E para quem está acima do peso, cuidado! A obesidade e o sobrepeso são prejudiciais à coluna, principalmente se houver a formação da famosa “barriga”. “Ela sobrecarrega a coluna lombar e pode acelerar o processo degenerativo da mesma”, salienta Dr. Eduardo

Fonte: http://ow.ly/QoEu

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Cursos de Pilates Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>