Pilates promove melhoras na circulação da região pélvica durante a gestação

Pilates promove melhoras na circulação da região pélvica durante a gestação  

Durante a gravidez, o centro de gravidade da mulher muda, aumentando muito a curvatura lombar. No início do segundo trimestre de gestação, a futura mãe inicia a produção de hormônios que permitem o aumento da mobilidade nas articulações, com a consequente perda de alguma estabilidade natural.

“Para isso, o método pilates contempla os exercícios de preparação e recuperação pós-parto”, afirma Rafaela de Camargo, fisioterapeuta.Rafaela explica que os exercícios de pilates promovem um fortalecimento dos músculos nas costas, nas pernas, glúteos e músculos abdominais profundos, permitindo assim que as mudanças físicas sejam bem toleradas durante toda a gravidez.

“Com o método, a respiração é reeducada. Sendo assim, a gestante também se torna mais tranquila e consciente dos seus atos, com mais coordenação e controle destes”, diz Rafaela.

Segundo a fisioterapeuta, o pilates é particularmente bem-sucedido em tonificar os músculos da zona púbica e abdominais profundos após o parto. “Um grupo de músculos importantes durante a gestação, trabalhado pelo método Pilates, é o do assoalho pélvico. Ele age como uma espécie de rede, passando do osso púbico na frente da pelve para o cóccix nas costas e saindo em cada lado do ísquio – ossos de sentar”, acrescenta a profissional.

“A prática deve começar após o terceiro mês e de uma forma bem suave, bastando obedecer a um dos conceitos básicos do método, que é o de respeitar os limites e a individualidade de cada pessoa”, finaliza.

fonte: http://jornalcidade.uol.com.br

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>