Water Pilates para dores na coluna

Water Pilates para dores na coluna  

As dores nas costas atingem cerca de 80% da população do mundo. Hérnias de disco, problemas posturais, artrose na coluna e problemas no nervo ciático. O mal não só diminui a qualidade de vida, como também impede a realização de algumas atividades cotidianas.

Um dos métodos que vem sendo explorado para eliminação da dor nas costas é o water pilates, a versão aquática do já difundido método de pilates. A fisioterapeuta Marcela Batistuta é instrutora da técnica e garante que os benefícios do exercício para a recuperação da doença são garantidos.

A especialista explica que inúmeros transtornos à coluna, entre eles a hérnia de disco, são causados por desgaste do disco vertebral, o que pode ser recuperado com o water pilates. “ O método trabalha força e equilíbrio na musculatura profunda, por meio de exercícios localizados no abdome e coluna. Os exercícios promovem uma oxigenação entre as vértebras, o que lubrifica e ajuda na articulação do disco vertebral, localizado entre elas”, informa Batistuta.
 
Além disso, conforme ressalta a fisioterapeuta, a técnica também corrige a postura, fortalecendo a região do abdômen. Isso faz com que haja uma redução significativa nas dores nas costas, já que em sua maioria elas são causadas por problemas posturais. “A postura trabalhada no water pilates gera fortalecimento e alongamento da musculatura, de forma correta e natural, eliminando padrões posturais inadequados, o que não só diminui a incidência de lesões como previne sua ocorrência”, esclarece.
 
Além disso, por serem realizados na água, os exercícios com a técnica – que são compostos por movimentos lentos – também não causam impactos nas articulações. A aula do water pilates, segundo a fisioterapeuta, tem o mesmo objetivo do pilates praticado no solo, sendo apenas adaptada para o ambiente aquático. “Mudamos a posição do corpo para manter a cabeça fora d’água, mas, os movimentos e músculos usados são similares ao original”, afirma Batistuta que acrescenta que se o método, por exemplo, utiliza bolas nos exercícios de solo, na piscina se adota o espaguete.

De acordo com a especialista, já na primeira sessão é possível observar os efeitos positivos com o método, mas os benefícios para postura e coluna são percebidos a partir do terceiro mês de aula. A frequência das aulas varia de duas a três vezes por semana para que esse resultado seja notado.

Fonte: www.jmonline.com.br

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

3 thoughts on “Water Pilates para dores na coluna”

  1. Excelente reportagem, espero que vcs busquem fazer mais reportagens bacanas como essa, pois estou cursando o stott pilates e esse artigo só veio a calhar. Parabéns.

  2. sim o water pilates cresce a cada dia e mostra o seu valor.
    logicametne que não é melhor que o pilstes de solo mas é uma possibilidade muito ludica e agradável. parabens

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>