Alterações e dores na coluna também podem ser tratados através do método Pilates

Dor na coluna ou “dor nas costas” comum que todos nós conhecemos aparece principalmente pela manhã ao se levantar e melhora após começar a andar. Você sente DOR ao se curvar para lavar o rosto e sempre está em busca de uma melhor posição. Em geral essa dor desaparece e retorna no fim do dia e você não vê a hora de chegar em casa para tomar um chuveiro quente e se deitar.

Mas porque nossa coluna sofre tanto? Na antiguidade os mamíferos eram quadrúpedes e parados apoiavam as quatro patas no solo onde obtinham excelente estabilidade. Com a evolução tornaram-se bípedes, e essa posição exige um sistema de controle da estabilidade muito mais complexo. A coluna passou a suportar uma carga muito maior e a exercer não só a função de EQUILÍBRIO, mas também de SUSTENTAÇÃO e MOVIMENTO. Tais funções são exercidas principalmente pelo esqueleto e pelos músculos.

A coluna vista de frente é um eixo reto, vista de lado mostra curvaturas que lembram a de um “s”. Estas curvaturas são normais (fisiológicas) e permite o equilíbrio necessário para manter o homem na postura vertical. Porém para a coluna se manter íntegra, depende do sistema muscular, e se os músculos não estiverem preparados para a sustentação, a tensão muscular é inevitável e a resposta vem através da dor.

Dor na coluna é uma indicação de que algo no corpo está errado. O problema pode ser causado por erros de postura e obesidade, que levam a uma sobrecarga das estruturas da coluna, pela atrofia muscular e o desgaste dos discos e dos ligamentos da coluna; processo de envelhecimento, exercícios físicos malfeitos ou excessivos, lesando as cartilagens, o disco intervertebral e desequilibrando a musculatura; o tabagismo, porque prejudica a circulação do sangue e o sedentarismo.

Quando a dor é constante o corpo procura se proteger gerando posturas de compensação (vicio postural). Essas posturas são inadequadas porque gera mais desequilíbrio muscular e desalinhamento do eixo corporal. Mantendo a coluna desalinhada o corpo precisa se reorganizar para aquela situação, provocando assim, hábitos incorretos. E esses hábitos incorretos que são responsáveis pela a maioria ou se não por todos nossos problemas. O que era um simples desconforto momentâneo pode se transformar em grandes problemas.

O problema compromete a qualidade de vida do portador, impedindo-o de dormir, afastando-o de suas atividades e levando-o a procurar os serviços de saúde freqüentemente, o que provoca grandes prejuízos econômicos. A dor física leva a restrição dos movimentos e a dor emocional que acompanha a incapacitação, a restrição para o lazer e o trabalho.

Portadores de dor na coluna devem ir logo ao médico para obter um diagnóstico clínico. O tratamento varia de acordo com o que causa o problema, mas todos terão de mudar o estilo de vida. O fumante, por exemplo, deverá parar de fumar, o obeso, emagrecer e ambos buscarem atividades.
 
Uma ótima solução para essas dores e desequilíbrios musculares é a pratica do método Pilates. Quando Joseph Pilates criou o método contrologia (método Pilates), pensava na qualidade de vida de cada um, maximizando a conscientização corporal. Não é possível ser feliz convivendo com dor e muito menos com a sensação de que seu corpo logo irá reclamar.

Pilates é um método que além de alongar o corpo, fortalece a musculatura mais profunda (músculos de sustentação), necessário para a harmonia corporal e alinhamento das estruturas. Com esse alinhamento os músculos começam a relaxar e aquela sensação de “ardência” e desconforto pelo corpo diminui. Essa diminuição de tensão muscular proporciona bem-estar, melhora o humor e conseqüentemente alívio da dor.

Alterações e dores na coluna também podem ser tratados através do método Pilates 

O método Pilates aponta para um trabalho feito por grupos musculares, ou seja, toda a estrutura de um movimento e não apenas um músculo. Além de trabalhar de forma funcional onde o corpo é preparado para enfrentar com êxito as atividades do dia-a-dia, trabalha o equilíbrio, a coordenação e os músculos de forma global conectando o corpo ao meio que vive.
 
Não basta apenas esperar que os problemas na coluna se resolvam com um passe de mágica, a dor aparece geralmente tempo depois da causa já estar instalada. Buscar um tratamento adequado é o melhor remédio. A fisioterapia proporciona a utilização de diversas técnicas num único caso. A soma do Pilates a técnica de reeducação postural (RPG) facilita o tratamento. Porque o RPG visa à correção das compensações de forma global e tendo esta visão na prática do método Pilates fica ainda mais completo.  Ao cuidar das queixas de dores na coluna associando os dois métodos, os resultados são mais do que satisfatórios e os pacientes que estão fazendo por prevenção e condicionamento físico, relatam que o corpo está muito mais ativo, simétrico e bonito.

Autora:  Fisioterapeuta Andréia Chiavini – Pós graduanda em Fisiologia do Exercício, Especializado em Pilates e reeducação postural global (RPG)
 

CADASTRE-SE

PUBLICIDADE

Alternative text

One thought on “Alterações e dores na coluna também podem ser tratados através do método Pilates”

  1. Gostaria de saber porque eu pioro fazendo Pilates! Tenho dor lombar e, mesmo assistida por fisioterapeutas (nas duas vezes nas quais tentei) tinha crises no meio do programa e precisava parar!
    Obrigada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>